Do que se trata é o tão falado “branding”? A origem deste termo está ligada à palavra “brand” (marcar em inglês), que, por sua vez, refere-se à marcação de gado nos ranchos americanos. Entretanto, o branding como o conhecemos está ligado ao posicionamento da marca e o cuidado em suas relações em todos os pontos de contatos com os seus consumidores.

Seria um erro acreditar que o branding é simplesmente um logotipo, entretanto, comumente vemos ofertas de venda de logotipos como se fossem um trabalho completo de branding. É importante sabermos que o branding, na verdade, está ligado ao posicionamento da marca no mercado, ou seja, de que maneira uma marca se comporta. Ela pode se posicionar como sendo, por exemplo, especialista, divertida, amiga, agressiva ou outras características marcantes.

Para visualizar melhor o que é branding compare algumas marcas em seu cotidiano, como a Coca-Cola e a Nike, que se comunicam com seus consumidores de formas diferentes. Enquanto primeira transparece a valores amizade e aqueles ligados ao emocional, a segunda recorre à agressividade, estilo e a força física. Esses agentes podem ser representados através de maneiras abstratas, como através de um ideal e de um conceito, ou de maneira concreta, através de logotipo, comunicação visual, olfativa, tátil e auditiva.

Comparativo entre a comunicação das duas marcas. A coca cola prega união emocional, já a Nike apela para a agressividade.
Comparativo entre a comunicação das duas marcas. A coca cola prega união emocional, já a Nike apela para a agressividade.

O posicionamento da marca está, portanto, intensamente ligado a todos os pontos de contato com seus clientes, sendo o posicionamento a maneira com a qual a marca se relaciona com eles. O logotipo é um desses pontos, mostrando como a comunicação direta e indireta podem valorizar o seu produto. Dessa maneira, as empresas devem passar a reconhecer a marca como sendo o seu principal ativo de valor.

Quando se pensa em empresas, muitos podem ter uma imagem negativa, que envolva abusos, corporativismo, capitalismo e outro valores prejudiciais, cabendo ao branding modificar tal imagem, remodelando-a para evidenciar que atualmente as empresas tem um propósito maior no mundo. Algumas marcas buscam refletir este proposito através de, por exemplo, causas sociais e defesas ambientais que estão atreladas ao seu posicionamento estratégico de mercado.

Portanto, o branding é a gestão da marca e a união de todos os fatores que rodeiam uma empresa para construir sua percepção positiva pelos consumidores. Os seus propósitos começam desde sua estrutura interna, até todos os elos de ligação com seus consumidores, que por sua vez, refletem um posicionamento estratégico único, criando um fácil reconhecimento da marca, gerando agregação de valor perceptivo, confiança e relacionamento.

Nós da MYNK acreditamos que as empresas podem ter um papel muito maior na vida de seus consumidores e assim trabalhamos com nossos clientes. Entre em contato com a gente, tire suas dúvidas e saiba mais sobre branding.